Search

BHAGAVAD-GITA – A CANÇÃO DO SENHOR KRISHNA, TRADUÇÃO LITERAL DO SÂNSCRITO E GUIA COMPLETO – POR H. D. GOSWAMI – PhD em Sânscrito e Estudos Indianos.

Em lançamento online, no dia 2/7/2022, a Editora HDG Global Publications presenteia seus leitores com mais uma obra literária de H. D. Goswami: Bhagavad-Gita, a Canção do Senhor Krishna.

Hridayananda Das Goswami, PhD em Sânscrito e Estudos Indianos, pela Harvard University,
ao traçar o contexto histórico da obra, relata que a Bhagavad-Gita inicia-se num campo de batalha, momentos antes de justiça e injustiça (dharma e a-dharma), personificados pelos guerreiros Pandavas e Kurus, irromperem numa guerra fratricida.

E assim convida o leitor a seguir com ele. “Imagine que você acorda, um dia, com a chocante notícia: usurpadores se apossaram de seu governo, revogaram a constituição, expulsaram os governantes legítimos e impuseram violentamente a lei marcial. Você ora para que o governo legítimo, os militares e todos os cidadãos leais se oponham aos agressores e restaurem o estado de direito e a tradição”.

H. D. Goswami afirma que o Maha-Bharata (o maior poema épico já escrito, com 100 mil versos), em que estão contidos os cerca de 800 da Bhagavad-Gita, ensina que uma crise semelhante irrompeu na Índia há milhares de anos. Krishna, Deus, veio à Terra para ajudar Seus devotos – Arjuna , seus irmãos e outros – a restaurar o dharma (justiça, direito, regulamento legítimo) na Terra. Segundo o autor, “Krishna afirma que Ele vem especificamente à Terra para restaurar o dharma”. E na Gita, diz H. D. Goswami, se pode vê-Lo em ação. Conforme o autor, esse, o nível Terreno, é um dos três níveis em que ocorrem os eventos dessa história sagrada.

O segundo nível é o Cósmico. H. D. Goswami afirma que “os ensinamentos da Bhagavad-Gita, e a abrangente história do Maha-Bharata, desdobram-se dentro de um cosmos pessoal e com muitas camadas de mundos superiores, intermediários e interiores. Justiça e injustiça (dharma e adharma) competem nos mundos superiores como fazem naTerra. Todos os guerreiros líderes lutaram como encarnações de heróis e vilões cósmicos (devas e asuras), dotados de poder. A Terra torna-se uma arena de batalha para um conflito cósmico.

No nível Espiritual, o terceiro, é quando Krishna (Deus) desce a este mundo e projeta Seus feitos, como falar a Bhagavad-Gita, a fim de despertar as almas adormecidas para sua eterna natureza bem-aventurada e para seu relacionamento com Ele. Toda a história que emoldura a Gita é um drama espiritual planejado em que Krishna salva os virtuosos, remove os perversos e restaura o dharma, a lei sagrada que sustenta o Universo.

O guia completo que acompanha a tradução literal da Bhagavad-Gita feita por Hridayananda Das Goswami, oferece centenas de referências sistemáticas a versos da
Bhagavad-Gita. Ao traduzir a obra para o Inglês, o autor preferiu manter as ambiguidades do Sânscrito que encontrou nos originais. Assim, o objetivo do guia é esclarecê-las.

Segundo Ricardo Silvestre, PhD., professor de Lógica e Filosofia da Religião na Universidade Federal de Campina Grande (PB), “desde a sua primeira tradução numa língua ocidental, em 1785, dezenas de traduções deste grande clássico da literatura mundial têm sido feitas; a Bhagavad-Gita, literalmente, A Canção do Possuidor de Todas as Excelências.”

Professor Ricardo argumenta que a regra dominante entre tais traduções, no entanto, é o que se pode chamar de tradução ‘não literal’, isto é, aquela na qual o texto, “seja por razões linguístico-estilísticas, ou seja por razões doutrinário-filosóficas,” se afasta do significado literal dos versos da Gita. “Este último caso certamente é o que predomina
entre as traduções mais populares da Bhagavad-Gita, nas quais boa parte dos versos é interpretada de acordo com doutrinas teológico-filosóficas específicas.” – explica o professor.

“Dessa forma,” – continua Ricardo Silvestre – “a tradução de H. D. Goswami da Bhagavad-Gita é decerto muito bem-vinda”. Por alinhar-se com as poucas traduções literais da Gita existentes no mercado editorial, o professor admite que a tradução de H. D. Goswami é fruto de um notável e valioso trabalho de tentar apresentar seus versos da forma mais próxima possível do significado original em Sânscrito. “Com certeza, esta edição será de grande valia para todos os leitores da Bhagavad-Gita – sejam eles acadêmicos ou teólogos – na medida em que dará acesso ao que podemos chamar de ‘Gita livre de interpretações’.” – ratifica o professor.

H. D. Goswami, é um dos pioneiros e renomado mestre em Bhakti Yoga no mundo ocidental. Na vanguarda do diálogo religioso contemporâneo, ele é célebre por sua capacidade única de adaptar a sabedoria do antigo conhecimento védico em ensinamentos que são compreensíveis para o público ocidental.

Ao longo de sua carreira, logo cedo H. D. Goswami distinguiu-se pela sua devoção à mensagem da sabedoria da Índia antiga e ao seu mestre. Além de sua eloquência em apresentar os ensinamentos de Srila Prabhupada para os outros.

Em 1972, com um desejo implacável de servir melhor o mundo, ele aceitou um voto de
celibato ao longo da vida. H. D. Goswami, nos 20 anos seguintes estabeleceu mais de 40 centros da ISKCON, além de supervisionar a tradução, publicação e distribuição de milhões de livros de seu mestre Srila Prabhupada em toda a América Central e do Sul, Itália e Grécia. Durante esse tempo, ele ganhou distinção como o primeiro ocidental na história a traduzir e comentar sobre o canônico Bhagavata-purana de dentro da tradição.

Com a convicção de completar sua formação acadêmica e se conectar melhor com o Ocidente, H. D. Goswami voltou para a Universidade da Califórnia em 1991 como um estudante de Religiões do Mundo. Em 1996, ele completou seu Doutorado na Universidade de Harvard (EUA). Depois de se formar, ele continuou seus estudos para aprofundar sua compreensão dos ensinamentos de Srila Prabhupada. Tem artigos publicados na Harvard University Press, na University of California Press e na Columbia University Press. Também trabalhou como professor visitante na Graduate Theological Union, UCLA e University of Florida.

Fluente em sete idiomas, H. D. Goswami concluiu recentemente a tradução e sua adaptação do primeiro livro do Maha-Bharata. Como um professor dedicado e estudioso da história religiosa, H. D.Goswami busca por maneiras eficientes para adaptar a sabedoria antiga às circunstâncias contemporâneas.

E porque há pessoas ocidentais que necessitam e merecem a oportunidade de praticar Bhakti Yoga genuína dentro de uma cultura confortável e natural para elas, H. D. Goswami estabeleceu o programa Krishna West para facilitar o alcance da cultura védica ao público ocidental.

Em brochura, com capa assinada por Trivikrama Das, a obra reúne o texto original em Sânscrito, a tradução literal da Bhagavad-gita e mais Guia Completo.

SERVIÇO:

Lançamento literário:
BHAGAVAD-GITA, A CANÇÃO DO SENHOR KRISHNA
H. D. GOSWAMI; EDITORA HDG GLOBAL PUBLICATIONS